Skip to content

Glossário da economia compartilhada – Parte 1

A economia do compartilhamento está se tornando mais conhecida, mas ainda enfrenta barreiras culturais fortes para crescer aqui no Brasil. Os termos mais usados pelas empresas e pessoas envolvidas com ela não são auto-explicativos e carregam sozinhos toda a inovação por trás dos novos modelo de negócios. Dessa forma, proponho dois artigos para explicar melhor o que significa cada um dos termos utilizados na economia compartilhada.

Portrait
Placa para sinalizar local de carona

Bike-Sharing – Serviço no qual bicicletas são colocadas em vários pontos de uma cidade e as pessoas podem utilizá-las por um período determinado de tempo, pegando as bicicletas em um ponto da cidade e devolvendo em outro. No Brasil é muito comum relacionar esse tipo de compartilhamento com as bicicletas laranjas do Itaú.

Peer to Peer – Esse conceito surgiu com o “lifestyle colaborativo” (Entenda melhor aqui), sendo uma forma de expressar o encontro entre duas pessoas para compartilhar um livro, algum conhecimento específico, um apartamento e até mesmo um veículo.

Gig economy – Esse conceito traz a formalização dos famosos “bicos” que falamos aqui no Brasil. A gig economy é um braço da economia do compartilhamento que foca nas plataformas onde as pessoas podem se encontrar para procurar ou oferecer um determinado serviço, seja ele de limpeza doméstica, pintura, e até mesmo para serviços diferenciados como impressão 3D e cursos de artes.

Fab Lab / Hacker Spaces / Maker Spaces: Locais físicos que surgiram com a o movimento DIY – Do it Yourself (Faça você mesmo). Nesses lugares é possível criar, desenvolver e prototipar novas tecnologias de uma forma colaborativa. Usualmente é possível encontrar máquinas caras, as quais não fazem sentido serem compradas apenas para prototipar a sua nova invenção. Corte a laser, impressão 3D, usinagem são alguns dos benefícios que se pode usufruir com uma pequena mensalidade. Saiba mais: Fab Lab Brasil

Carpooling – Esse conceito deu origem ao carsharing que conhecemos hoje! Nada mais é do que a famosa carona. Também é conhecido como Ride Sharing ou Lift Sharing.

Meal Sharing – É uma das formas de interação entre pessoas que surgiram com o conceito de consumo colaborativo. Pessoas que adoram cozinhar oferecem seu tempo e espaço para criar uma refeição e desfrutá-la com outras dessa rede. Esse conceito se fortaleceu quando um modelo de negócios foi associado, dando a oportunidade para aqueles que cozinham serem remunerados pela refeição criada. Já existem inúmeras plataformas para qualquer um vender aquela receita especial. Veja aqui algumas delas: Eatwith, Meal Sharing, Home Bistro.

Carsharing – Serviço no qual veículos são disponibilizados para pessoas utilizarem somente quando realmente precisam. É uma alternativa a posse de um veículo. Existe em três modelos. 1) Round Trip: O carro deve ser devolvido no mesmo local de retirada. 2) Free Floating: O carro pode ser devolvido em qualquer estação da rede. 3) Peer to Peer: Pessoas compartilham seus próprios carros e escolhem o valor que desejam cobrar por hora ou por dia. 

Facebooktwittergoogle_pluslinkedin

3 Comments

  1. Rogerio Rogerio

    Uma plataforma de Metal Sharing que tem tambem é a Dinneer.

    Leio bastante sobe a economia compartilhada, tento ficar por dentro do que surge e aparece, eu tenho uma ideia de um clube de compartilhamento de livro, pra viabiliza, resolvi utilizar os meus mais de 70 livros que estão parados e ociosos no armario para criar o modelo de negocio na economia de compartilhamento.

    • Rogerio Rogerio

      Desculpe o termo metal, é Meal Sharing.

    • Rodrigo Magri Rodrigo Magri

      Olá Rogério! Obrigado pela contribuição! Não conhecia essa plataforma Dinneer, em breve já vou experimentar alguma das opções aqui em Florianópolis.

      Como funciona essa sua ideia de um clube de compartilhamento de livros? Conheço uma iniciativa que está começando aqui na região e me interesso bastante. Eles estão em fase de teste, vale a pena dar uma olhada: https://www.facebook.com/livrio/

      Esse é o app deles: https://play.google.com/store/apps/details?id=io.livr.app

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *